trava-línguas

Há umas semanas atrás publicamos no nosso facebook alguns trava-línguas.

Não nos atrevemos a pedir que nos mandassem um vídeo a tentar dizer qualquer um deles mas juramos que ninguém da equipa os conseguiu dizer sem se enganar ou, a meio, desatar a rir.

Mas o que são trava-línguas?

  • São pequenos textos, considerados jogos verbais, que podem rimar ou não.
  • São formados por palavras com sílabas difíceis de articular quando ditas de forma rápida.
  • A dificuldade na sua verbalização está no facto de ocorrer uma antecipação mental do som que vai ser pronunciado, juntamente com a memorização do som que já se pronunciou, uma vez que temos uma consciência fonológica das palavras.
  • São utilizados em jogos verbais populares que testam a clareza de articulação. O objetivo é que sejam memorizados e ditos rapidamente, sem qualquer troca ou erro de pronúncia.
  • Apesar de considerados brincadeiras, são de grande ajuda no desenvolvimento da dicção de crianças.
  • São ainda úteis como exercícios de dicção teatral e lições contra a gaguez.
  • Por outro lado, cada vez são mais usados por pessoas que querem perder o medo de errar, de se expor, que sofrem de timidez e vergonha de comunicar.
  • Para dominar a dicção de trava-línguas é preciso treinar. Quanto maior for a concentração e a pronúncia clara das consoantes, mas fácil será verbalizar as frases.

No meio de uma imensidão deles, escolhemos estes cinco:

E agora colocamos o desafio:

  1. Ler rapidamente sem se enganar;
  2. Dizer-nos qual foi o mais difícil;
  3. Dar-nos a conhecer outros nos comentários.

 

E despedimo-nos com

“Percebeste? Se não percebeste, faz que percebeste para que eu perceba que tu percebeste. Percebeste?

0
Comments

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *