Pc e headphones para referenciar a transcrição jurídica e fidelidade do discurso oral

Transcrever é – tal como já mencionamos em outros posts – transformar o discurso oral para escrito.

E essa transformação não é imediata e direta.

O que acontece, quando se transcreve, é uma série de decisões sobre o que se ouve e como se vai colocar em letras essa mesma informação. Sendo que cada uma dessas decisão vai alterar o conteúdo original:

  • Uso ou não uma vírgula?
  • Uso ou não ponto final?
  • Escrevo meia palavra ou a palavra inteira?

A transcrição jurídica, contrariamente a alguns tipos de transcrição, tem necessariamente de corresponder ao que foi dito.

Ou seja, tem de ser uma transcrição verbatim: aquela que permanece completamente fiel ao discurso oral.

O objetivo é que nas frases escritas conste qualquer marca de oralidade suscetível de ser revelante para o discurso.

Assim, é importante que durante este tipo de transcrição se respeitem 4 quatro aspetos:

  • Que todas as palavras sejam transcritas, sem fazer paraprashing (reescrever a informação, alterando a sintaxe da frase, ou substituindo palavras por sinónimos contextualmente adequados);
  • Que não se deixe de parte a linguagem não-verbal, designadamente risos ou quando duas pessoas falam ao mesmo tempo;
  • Que se registem todo o tipo de expressões que o orador utiliza para obter mais tempo para pensar, designadamente os “hum”, “sabe”, “não é?” etc; e os falsos inícios, que ocorrem quando uma frase é iniciada e não concluída, ou interrompendo-a de forma a explicar ou a dizer o mesmo de outra forma);
  • Que se mencionem os sons exteriores (cadeiras a arrastar, coisas a cair, etc.).

O objetivo da transcrição verbatim é reter a essência dos “quê” e “porquê” do discurso.

No entanto é essencial discutir esses pormenores antes de começar a transcrever, ponderando e decidindo o nível de pormenor exigido.

Leia também  3 poemas de primavera

 

Na weScribe cada transcrição é detalhadamente feita de acordo com o método atrás identificado.

Todos os transcritores foram sujeitos a um teste a partir do qual foi percecionado a sua competência e o seu à vontade para captar os elementos acima referidos.

E cada transcrição é discutida com o cliente para se averiguar o nível de detalhe exigido.

Somos competentes. Somos capazes. Somos rigorosos.

Contacte-nos, peça um orçamento sem compromisso e ponha-nos à prova.

 

Repare que:
Este post faz parte de um conjunto de artigos que escrevemos acerca da transcrição jurídica, tal como mencionamos aqui e que pode ler, se quiser.
Também pode deixar-nos o seu e-mail e receber um e-book. Nele constarão este e outros temas relacionados com a transcrição jurídica.
Receive Updates

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Atenção: Este texto é meramente informativo e não constitui nem dispensa a consulta ou apoio de profissionais especializados

0
Comments

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *