Na semana passada escrevemos acerca do Novo Acordo Ortográfico, das alterações que veio trazer e prometemos dar algumas dicas para evitar erros ortográficos por ele motivados.

Leia também  Novo Acordo Ortográfico - o resumo dos resumos

Na verdade, não existe uma ciência oculta ou uma fórmula mágica que permitam nunca dar um erro ou tornar-se num escritor cem por cento rigoroso. Erros vão acontecer sempre, independentemente dos seus esforços, estudos ou atenção. Mas, seguindo algumas dicas e estudando mais a sua escrita pode tornar-se melhor e mais rigorosa, eliminando noventa e nove por cento dos erros.

 

  1. Leia mais, escreva melhor

Este podia ser um daqueles slogans que passam de cinco em cinco minutos na televisão. Mas é verdade: quanto mais ler menos erros vai cometer. Sobretudo se ler textos de qualidade e com conteúdo relevante. Tente organizar-se e planear meia hora ou uma hora diária dedicada em exclusivo à leitura e vai ver como a sua escrita melhorará.

Leia também  Atalhos do teclado úteis ao transcrever

 

  1. Pratique

Não vale a pena achar que “ou tem jeito ou não tem”. Aliás, dizer que escreve mal, dando erros constantes porque não tem um dom é uma desculpa de mau pagador. A escrita pratica-se e quanto mais praticar, melhor vai escrever, cometendo menos erros uma vez que estará mais familiarizado com a grafia das palavras.

Leia também  Transcrição integral de ficheiros de áudio e a não correcção de erros da expressão oral

 

  1. Estude

Sim. Não vale a pena propor-se a escrever (seja um romance, uma carta de amor ou um artigo académico) se não souber as regras mais básicas. E não adianta usar como desculpa que não teve tempo para estudar.

Na weScribe temos pouca tolerância a erros ortográficos. Claro que temos uma ampla margem de desculpa para lapsos, erros pontuais, gafes cometidas numa transcrição ou outra. Mas se o transcritor comete o mesmo erro vezes e vezes sem conta, mesmo depois de alertado pela equipa de revisão há uma enorme probabilidade de a pontuação descer e raramente lhe ser solicitada disponibilidade para colaborar connosco.

Leia também  Erros ortográficos na hora de transcrever

 

  1. Em caso de dúvida não fique na dúvida

Parece estranho, mas é assim mesmo. Muitas vezes ao escrever surgem pequenas dúvidas: é ouve ou houve? É há ou à? É fim de semana ou fim-de-semana?

E nesses casos o que é que acontece? Em vez de esclarecer logo a dúvida recorrendo à inúmera informação que existe online, às vezes a tendência é escrever aquilo que se acha, mesmo sem certeza alguma.

Repare: se a informação fosse essencialmente paga ou os recursos para aceder à mesma estivessem limitados, poderia existir uma certa desculpa. No entanto, atualmente as respostas a estas pequenas dúvidas estão à distância de um rápido clique.

Por isso: tem dúvidas? Não fique na dúvida: pesquise, estude, informe-se.

Leia também  4 erros mais frequentes em português

 

Se chegou até aqui na leitura diga-nos:

Costuma seguir alguma destas dicas? Conhece outras mais eficazes para evitar dar erros?

Conte-nos tudo nos comentários, partilhe este artigo para ajudar mais pessoas e até para a semana.

 

0
Comments

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *